Férias, verão... vai usar a ciclovia? Veja como evitar acidentes

Eu Atleta - Gustavo Luz - Globo Esporte - 13/12/2017 |

As ciclovias vêm aumentando de tamanho, principalmente nas maiores cidades do país. E com a chegada das férias e do verão, a tendência é que elas fiquem cada vez mais cheias. É claro que ainda precisamos melhorar muito e cobrar dos que nos representam, mas, muitas vezes, os problemas e os acidentes que ali acontecem resultam da falta de senso comum de quem está se exercitando, e não da qualidade da ciclovia.

Para quem caminha

Se você pratica caminhada, vá para o canto direito da faixa da ciclovia, deixe o lado esquerdo livre para corredores e ciclistas. Se o espaço físico permitir, caminhe do lado de fora da ciclovia, no calçadão da praia, por exemplo. Talvez não seja uma boa ideia levar crianças em triciclos ou patinetes nos horários de pico. Às vezes, elas mudam de direção repentinamente e isso pode acabar machucando alguém.

Ler Mais: Eu Atleta

Ler Mais

Conheça os parques estaduais com ciclovias para pedalar em São Paulo

Governo do Estado de São Paulo - 14/12/2017 |

Para quem gosta de pedalar tanto durante a semana como nos finais de semana na capital paulista, pode aproveitar os diversos parques que contam com ciclovias. O Parque Villa Lobos também conta com estação de reparo para as bicicletas. Confira os diversos parques para se divertir:

Parque Villa Lobos
Localizado no Alto de Pinheiros, o Parque é uma ótima opção de lazer ao ar livre. O local possui 750 mil metros quadrados de área verde e também conta com uma ciclovia de 1,5 km. Lá é possível encontrar estacionamentos e três estações de reparo para bicicletas, com jogos de ferramentas, válvulas para calibragem de pneus e suportes para manutenção das mesmas. Tanto as estações quanto os bicicletários estão disponíveis gratuitamente à população e podem ser utilizados durante todo o período de funcionamento dos parques.

Local: Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001, Alto dos Pinheiros – São Paulo
Funcionamento: De segunda a segunda das 5h30 às 19h. No horário de verão, até às 20h
(11) 2683-6302

Ler Mais: Governo do Estado de São Paulo
Ler Mais

O que diz o Código de Trânsito Brasileiro sobre bicicletas em rodovias

Nexo Jornal - Rafael Iandoli - 14/12/2017 |

Cerca de três mil ciclistas, segundo estimativas da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, participavam do evento denominado “Tradicional Descida a Santos”, no domingo, 10 de setembro de 2017, quando foram bloqueados e impedidos de prosseguir viagem na rodovia Anchieta, que liga a capital paulista à cidade de Santos, no litoral.

A Polícia Militar chegou a utilizar bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os ciclistas que tentavam descer a serra. Em nota, o órgão afirmou que “cerca de 3 mil ciclistas interditaram as pistas sul e norte, na altura do quilômetro 40 da Rodovia Anchieta, em protesto à decisão judicial” que proibiu o evento.

Os policiais cumpriam uma liminar requerida pela administradora da rodovia, a Ecovias, e concedida pelo juiz Celso Lourenço Morgado, de São Bernardo do Campo. O juiz vetou o evento, alegando “sobreposição a direitos alheios também reconhecidos, no caso, à locomoção”.

Ler Mais: Nexo Jornal

Ler Mais

Politécnico de Bragança quer ser exemplo na utilização de bicicletas

TSF - 14/12/2017 |

O IPBike quer pôr a comunidade académica de Bragança e Mirandela a andar de bicicleta... elétrica. O projeto faz parte do programa nacional U-Bike Portugal, do Instituto da Mobilidade e dos Transportes.

O Politécnico de Bragança é a primeira instituição do ensino superior, de um total de 15, a apresentar o projeto. Para alunos, professores e funcionários vão estar disponíveis a partir do dia 1 de janeiro, 100 bicicletas.

Leonardo Brito chegou este ano ao IPB vindo de Cabo Verde para "tirar" engenharia mecânica. Já experimentou uma das bicicletas. "É muito bom, é uma boa experiência. Vou experimentar e ver se fico com uma".

Ler Mais: TSF

Ler Mais

Britânico fabrica bicicletas sob medida que duram a vida toda

Economia UolLisa Fleisher - 13/12/2017 |

Darron Sven Coppin quer fabricar uma bicicleta para você. Ele vai demorar cerca de seis semanas, e ela vai durar a vida toda.

Ele vai conversar com você sobre suas expectativas, explicará o que é possível dentro do orçamento e depois montará tudo em sua oficina de três funcionários em Weymouth, no Reino Unido, uma cidade no litoral do Canal da Mancha que fica a aproximadamente três horas de carro de Londres.

 "A maioria dos ciclistas que eu conheço tem uma ideia de como seria sua bicicleta dos sonhos", diz Coppin, 47. "Não necessariamente é algo que você possa comprar pronto, e pode ser uma ideia que vem evoluindo em sua cabeça. Muita gente chega com esboços, álbuns de recortes."

Ler Mais: Economia Uol
Ler Mais