Do infantil à competição: feira de ciclismo abrangeu todos os setores do mercado da bike

O Globo - Tatiana Furtado - 19/09/2017 |

Novas tecnologias e produtos, disputas acirradas no Mountain Bike, atleta paralímpico vencendo categoria de não deficientes, pedal inclusivo, espaço para o ciclismo feminino e a boa notícia de que, nos setores de lazer e esporte, o mercado não foi tão afetado pela crise econômica. Em quatro dias do Shimano Fest, feira de bike no Jockey Club de São Paulo, os presentes puderam presenciar e confirmar que o crescimento desse nicho é exponencial. Seja na mobilidade urbana, na diversão ou nas competições.

A criançada, por exemplo, tinha espaço exclusivo para os menores aprenderem a pedalar: com ou sem rodinhas, ou até mesmo com os pés no melhor estilo Flinstones. Ou se aventurar em pequenos circuitos com obstáculos. De olho nesse público, os fabricantes também inovaram, com o Selim Colmeia, inspirado nos tênis com solado de molas e luzes.

Quem tem problemas parciais ou totais de visão pôde experimentar um pedal duplo, numa bike tandem, criada especificamente para o projeto Bikxi - um novo serviço de transporte de bicicleta, via aplicativo. A ideia é alcançar as pessoas que não pedalam sozinhas  ou precisam de mobilidade rápida em distâncias menores, que podem ser feitas pela ciclovia.

Ler Mais: O Globo