Gestão Doria planeja o empréstimo de até 10 mil bicicletas com Bilhete Único

Folha de S. Paulo - Guilherme Seto - 21/09/2017 |

O prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) assinou decreto nesta quinta-feira (21) que estabelece novo modelo de compartilhamento de bicicletas, que prevê o aumento do número de bicicletas oferecidas de cerca de 200 para 10 mil em um ano.

As bicicletas serão fornecidas por empresas interessadas, como o banco Itaú, que já tem parceria com a Prefeitura de São Paulo, e serão liberadas para os usuários por meio do cartão do Bilhete Único.

O programa determina que terão prioridade na instalação das bicicletas em regiões mais disputadas, como no centro de São Paulo, as empresas que tiverem mais bicicletas nas áreas periféricas. Nesses locais, segundo o secretário de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda, a prefeitura quer que os usuários tenham a possibilidade de pegar uma bicicleta e devolver apenas no dia seguinte, podendo, assim, utilizá-la como meio de transporte entre a estação de metrô ou o terminal de ônibus e suas casas.

"Esse serviço tem uma característica que chamamos de 'a última milha', a conexão entre estações de metrô e um prédio comercial, uma universidade, uma residência. Tem que se integrar com o sistema de transporte público. Os grandes pontos de chegada e de partida terão prioridade na instalação das estruturas", diz Avelleda, que não vê o aumento de roubos como um problema potencial para a ideia de pernoitar com a bicicleta.

Ler Mais: Folha de S. Paulo