Mulheres ganham independência com oficinas básicas de mecânica de bike

O Globo - Tatiana Furtado - 26/09/2017 |

O pneu furou no meio do treino. A corrente arrebentou na ladeira. A marcha travou. O que fazer? Se você é mulher, o mais comum seria correr para uma bicicletaria ou pedir ajuda a um homem. Felizmente, isso está mudando. Com o número crescente do público feminino nas ruas, o mundinho da mecânica, ainda majoritariamente masculino, vai sendo descoberto por elas. Graças a algumas oficinas básicas exclusivamente para elas, que têm o intuito de garantir a independência das meninas que circulam de bike pelas cidades, a passeio, a trabalho ou em treinos.

Ali, elas aprendem a remendar uma câmara de pneu, a trocar correntes, ajustar freios, o equipamento de "primeiros socorros" necessário para levar para as ruas e outras noções básicas para se virarem sozinhas.

-Sempre andei de bike como meio de transporte e senti necessidade de aprender, pois sempre quebrava e me deixava na mão. Comecei a fuçar a minha bike, tive alguns prejuízos e procurei uma bicicletaria para aprender - conta a professora de educação física Magda de Oliveira, uma das instrutoras da oficina básica do SOS Bike, do instituto Ciclo BR, ministrada no Shimano Fest, em São Paulo.

Ler Mais: O Globo