Na esteira do crescimento, mercado da bike se diversifica

O Globo - Tatiana Furtado - 09/09/2017 |

Pneu furou, deu fome, bateu cansaço, precisou de um banho, de uma camiseta nova ou apenas relaxar. Quem pedala já passou por algumas dessas situações, e muitas vezes, sem opção. O cenário, no entanto, está mudando. Na esteira do crescimento de ciclistas no Rio, um nicho se criou para dar vazão às demandas dos praticantes. Seja por um café ou um ajuste na bike. Não à toa, o Jardim Botânico e redondezas concentram algumas novidades do ramo. Por ali, rumo à Vista Chinesa e ao Alto da Boa Vista, passa a maioria dos ciclistas da cidade. E é com esse visual que eles podem desfrutar de um bom café ou de um bom mecânico, dependendo da necessidade.

Ler Mais: O Globo