Oito países de bike pela América do Sul

O Tempo - Gláucio Castro - 15/09/2017 |

As ruínas de Machu Picchu, no Peru, e os altiplanos do deserto do Atacama, no norte do Chile, são dois dos principais destinos do roteiro. Primeira capital de Minas Gerais, a cidade de Mariana foi a parada inicial. Aos 27 anos, o arquiteto Breno Bizinoto partiu ontem para uma jornada que vai percorrer 30 mil quilômetros de bicicleta em sete países da América do Sul (Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador, e Colômbia), além do Brasil.

Durante o período de um ano e dois meses, ele vai disputar no caminho cinco ultramaratonas, competições que duram de três a sete dias e chegam a percorrer até 600 quilômetros. A primeira prova começa amanhã na cidade histórica mineira, sede da 25ª edição do Iron Biker.

Mas sua viagem não será pura e simplesmente uma aventura. Especialista em mobilidade urbana, o arquiteto vai catalogar o sistema viário de cada uma das centenas de cidades visitadas, abordando principalmente a relação entre bikes e veículos automotores.

Ler mais: O Tempo