Bike Rio tem contrato renovado, mas problemas ainda são frequentes

O Globo - Pedro Amaral - 04/10/2017 |

RIO - O prefeito Marcelo Crivella assinou a renovação do contrato do projeto Bike Rio com o Banco Itaú na semana passada. No entanto, a qualidade do serviço e a indisponibilidade nas estações ainda são constantes aos usuários. Reportagem do jornal O GLOBO percorreu por algumas estações no Centro e na Zona Norte do Rio. Em pelo menos duas não foram encontradas bicicletas disponíveis, e numa outra o equipamento estava quebrado.

Mesmo em locais onde o número de bicletas disponíveis era 'satisfatório', os usuários se queixavam da demora para a liberação das bikes — que em alguns casos simplesmente não eram desbloqueadas —, da manutenção do equipamento e da indisponibilidade nas estações. Para o estudante Marcos Carrosino, de 18 anos, é sempre um problema para ir de onde mora, na Praça da Bandeira, à casa de sua namorada, na Tijuca:

— Fui em três estações, primeiro a sã Francisco Xavier, depois a Praça Afonso Peña, e por último na da Mariz e Barros, onde a única bicicleta tinha o pneu furado. E é sempre assim. Demora muito para liberar, e às vezes nem isso acontece. Em algumas vezes, eu até prefiro vir andando.

Ler Mais: O Globo